Aprendiz da Vida! (Eu Sou)

Sou uma pessoa extremamente racional, mas dentro do meu excesso de razão pude aprender que questionar o que sentimos e não vemos (pelo menos não com os olhos da alma) é inteligível.
Jamais questione sentimentos que você sente em demasia, corre-se o risco de você colocá-los em dúvida em relação à existência dos mesmos.
Também, nunca indague o que lhe é inexplicável, pois como dizia o grande poeta e pensador Shakespeare
Há mais mistérios entre o Céu e a Terra do que sonha a nossa vã filosofia.”, e ele estava certíssimo quanto a isso.

É bastante sábio querermos adquirir um vasto conhecimento sobre todas as áreas da vida, porém meus caros, mais sábio ainda é aquele que reconhece qual é à hora de parar.
Pois o conhecimento em excesso causa incredulidade e eis o perigo: a vida perde toda a sua mágica.

Falo-vos por experiência própria, quem muito busca o saber, acaba por não mais crer.
Mas quem volta atrás e aprende a separar o conhecimento adquirido das experiências obtidas no dia a dia, é mais feliz e mais coerente nas suas escolhas do cotidiano.

Creiam em fadas, gnomos, duendes e em todos os seres elementais que possam existir, creiam em anjos, demônios, deuses, Deus, e tudo aquilo que você quiser.
Tudo existe se você crê, independente do que está nos livros, tudo, absolutamente tudo existe.
Você é o criador da sua fé.
Você é dono do seu “saber” e administrá-lo da melhor forma depende unicamente de você.

Absorva conhecimento sobre tudo, mas jamais abandone as raízes da culturas e crenças que um dia alguém em algum momento de sua vida lhe ensinou.

Beijos e mimos.
RedGirl
A garota do blog.






- Escrito por: Fabiana Conceição às: 19h37 |




[ página principal ]